Tecnologia::Clonagem

Home
Downloads
Quiz
Novidades
Entrevistas
Episódios

    A história registrou que a ética se tornou uma das vítimas do progresso científico em um número incontável de vezes. Descobertas maravilhosas foram deturpadas em aplicações violentas que eventualmente alimentaram até mesmo a indústria da guerra. A clonagem foi um exemplo disso. Enquanto seus benefícios no campo médico foram inquestionáveis, ninguém poderia esquecer de mencionar a brutalidade da Guerras Clônicas.
    Os Clone Troopers criados em redomas de vidro de incubação pelos geniais Kaminoans, famosos pelo seu conhecimento de genética, que tiveram como base o famoso caçador de recompensas Jango Fett, troxerem numerosos questionamentos sobre o tema.
    E apesar dos métodos de clonagem criados pelos Kaminoan serem conhecidos e renomados como os melhores da Galáxia, eles não foram os únicos a desenvolverem a manipulação genética.
    O planeta Khomm, outrora um planeta comum no centro da Galáxia, ficou conhecido por estabelecer a clonagem como seu método de reprodução. Os Khommites, julgando ter estabelecido o auge de sua sociedade, "congelaram" sua evolução cultural e se voltaram a produzir clones de suas gerações anteriores. E assim como os Kaminoans, os Lurrians de Lur desenvolveram ciências genéticas além do que sua necessidade determinava e, devido as atrocidades das Guerras Clônicas, foram constantemente supervisionados pela República. A clonagem também foi utilizada pelos invasores da República, os Yuuzhan Vong, através de sua tecnologia orgânica desenvolvendo armas vivas.

    Um dos métodos mais rápidos de clonagem é obtido com a utilização dos cilíndros de clonagem Spaarti. Os cilíndros são tubos de 4 metros de altura que suportam um clone em desenvolvimento em uma gelatina protetora que acelera o crescimento e ajuda a preservar intacto o código genético do modelo da clonagem. Cada cilíndro ainda contém um computador de processamento conectado diretamente ao córtex cerebral do clone, introduzindo informações na mente em desenvolvimento. O método Spaarti tinha um efeito colateral que limitava seu uso: os clones produzidos por este método causavam um distúrbio na Força, possivelmente pela criação de padrões idênticos em ressonância com a Força. Como resultado é obtida a chamada "Clone Madness" - que poderia ser evitada com a diminuição do ritmo do processo. Os procedimentos recomentados aconselhavam pelo menos um ano de crescimento para um clone a fim de que ele atingisse a estabilidade mental.
    O Grand Admiral Thrawn foi capaz de driblar a Loucura do Clone com o uso do Ysalamiri, criaturas capazes de criarem áreas em que a Força é inexistente. Com isso Thrawn era capaz de produzir clones estáveis em um prazo de 15 a 20 dias. Apesar dos métodos de crescimento acelerado dos Kaminoans não se apresentarem tão rápidos, eles eram muito mais confiáveis. Durante o tempo de desenvolvimento os cientistas Kaminoan desenvolviam cuidadosamente a psíque dos seus clones criando exércitos de lealdade inquestionável. Além disso os Kaminoam recondicionavam uma média de sete aberrações para cada dois mil clones produzidos, mantendo padrões altíssimos.